O detido ofereceu dinheiro aos policiais e também acabou sendo preso por corrupção ativa - Foto: GuaçuAgora
publicidade

A equipe da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Mogi Guaçu prendeu nesta quarta-feira (19) o quarto acusado de envolvimento no espancamento e homicídio ocorrido em novembro do ano passado na região do Parque dos Eucaliptos.

O homem de 25 anos, apontado nas investigações como participante do crime ao lado de outros três acusados que já estão presos, já havia tido o mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça e estava foragido.

Acompanhe o Guaçu Agora nas redes sociais: curta a página no Facebook e siga o perfil no Instagram

As investigações que seguiam acontecendo apontaram o endereço onde o acusado estava e a abordagem ocorreu nesta terça-feira.

Quando foi abordado, o rapaz chegou a oferecer dinheiro aos policiais para não cumprissem o mandado de prisão e acabou sendo indiciado também por corrupção ativa.

Ele foi encaminhado à sede da DIG, onde o delegado Dr. Dalto David Ferreira ratificou a prisão preventiva e por corrupção.

Além do homem detido nesta terça-feira, outros dois envolvidos haviam sido detidos no início de março e um terceiro acusado preso no final de fevereiro.

Todos são apontados como responsáveis pelo espancamento que resultaram na morte de um jovem de 19 anos que era apontado como sendo o autor do furto de uma bicicleta.

O crime ocorreu no dia 30 de novembro, depois que o suposto ladrão foi abordado pelos homens e levado até um terreno baldio. No local, ele foi agredido com socos, pontapés e golpes de madeira na cabeça.

O rapaz chegou a ser socorrido em estado grave, mas faleceu horas depois no Hospital Municipal ‘Dr. Tabajara Ramos’.