Depois da vítima conseguir escapar, o criminoso foi perseguido e preso em Itapira - Fotos: Divulgação
publicidade

Um idoso de 87 anos, morador de Campinas (SP) conseguiu escapar do criminoso que o havia rendido, feito refém e trazido para Mogi Guaçu neste domingo (07).

A fuga da vítima ocorreu quando o ladrão que o havia abordado tentou efetuar saques nas contas bancárias e acabou se distraindo no retorno ao veículo que pertencia ao próprio idoso.

Acompanhe o Guaçu Agora nas redes sociais: curta a página no Facebook e siga o perfil no Instagram

De acordo com o registro da ocorrência, o homem foi abordado pelo marginal ainda em Campinas, quando foi surpreendido em seu veículo, um GM/Celta.

Ainda no município campineiro, o criminoso tentou sacar R$ 1 mil da conta bancária do idoso. Sem sucesso, ele manteve o homem sob ameaça e rumou até Mogi Guaçu, quando a segunda tentativa sem sucesso de saque foi realizada, o idoso se desvencilhou do marginal e passou a pedir por socorro.

Com a reação da vítima, o bandido fugiu com o carro, tomando sentido Itapira.

Na cidade vizinha, as forças policiais já haviam sido informadas sobre a ocorrência e as características do carro. Cercos foram preparados em vários pontos e o Celta acabou sendo flagrado trafegando pela Rodovia SP-147 (Itapira-Lindoia).

Viaturas iniciaram acompanhamento e, na altura do trevo de acesso ao bairro rural Ponte Nova, o criminoso perdeu o controle do Celta e colidiu contra um poste no canteiro central.

Após o acidente, ele abriu a porta e saiu correndo, pulando no Rio do Peixe. As equipes da GCM (Guarda Civil Municipal) itapirense se dividiram e começaram a patrulhar pela rodovia e também pelas estradas próximas ao rio. Momentos depois, os guardas do GOC (Grupo de Operações com Cães) viram quando o rapaz tentava sair do rio, subindo por um barranco, e fizeram sua captura.

Ao ser detido, o indivíduo confessou o roubo e o sequestro do idoso e disse que saiu de Itapira pela manhã, tomando um ônibus na Estação Rodoviária com destino a Campinas. Lá ele abordou a vítima e disse que estava armado.

O criminoso ainda disse que, depois de fugir após a vítima conseguir escapar em Mogi Guaçu, ainda parou em um estabelecimento e comprou várias latas de cerveja com o dinheiro roubado da vítima.

Ele também mentiu dizendo que não tinha passagens policiais, mas já possui antecedentes pelos crimes de estelionato e de outro roubo, inclusive de um veículo do mesmo modelo, além do caso de subtração de incapaz de seu filho.

Vendo sua situação se complicar, confessou ainda que pretendia vender o carro para comprar uma arma. Ele foi encaminhado à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Mogi Guaçu e autuado em flagrante.

Os familiares do idoso foram acionados e compareceram para buscar o ente, bem como para a devida restituição do veículo.