Primeiro relatório com os números da doença na cidade foram divulgados nesta sexta-feira (19) - Foto: Ilustração
publicidade

Felizmente, em um ritmo menor do que o registrado no auge da pandemia, a Covid-19 segue fazendo vítimas fatais em Mogi Guaçu, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

A pasta divulgou nesta sexta-feira (19) o primeiro relatório sobre os casos da síndrome respiratória na cidade, apontando para 15 óbitos decorrentes da Covid-19 já confirmados ao longo deste ano.

Acompanhe o Guaçu Agora nas redes sociais: curta a página no Facebook e siga o perfil no Instagram

Segundo os dados pontuados, em média, o município teve um caso fatal da doença a cada sete dias. Das mortes registradas, 14 foram de pacientes locais e uma vítima residente de outra cidade.

O relatório indica que todas as mortes registradas este ano em decorrência de complicações causadas pela síndrome respiratória ocorreram entre janeiro e março, quando a circulação viral também era mais intensa.

Em abril, não houve óbito e o número de pacientes infectados também reduziu. Ao longo do mês foram somente 20 casos confirmados.

Quadro diferente ao verificado entre janeiro e março, quando outras 955 confirmações acabaram sendo realizadas, totalizando 975 casos este ano em Mogi Guaçu – média de cerca de 60 pacientes positivados por semana.

Atualmente, a cidade conta com um paciente já diagnosticado e que segue em tratamento, internado em leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).