Além dos casos já confirmados, há 23 que seguem sob suspeita - Foto: Ilustração
publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta sexta-feira (02) o relatório com os números relacionados à dengue em Mogi Guaçu ao longo de janeiro.

O balanço aponta que nos primeiros 31 dias deste ano, o município totalizou 24 casos confirmados da doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, uma média de seis pacientes positivados por semana, somando todos os postos de saúde.

Acompanhe o Guaçu Agora nas redes sociais: curta a página no Facebook e siga o perfil no Instagram

O documento aponta ainda que do total de pessoas testadas positivas, apenas um é importado, de um paciente oriundo de Mogi Mirim.

A região do Jardim Chaparral lidera o número de casos confirmados, até o final de janeiro eram sete pacientes testados positivos para a dengue.

A áreas central, com quatro positivos, e a região centro-oeste, com dois vêm na sequência.

Além das 24 confirmações, a Secretaria de Saúde ainda soma 23 casos sob suspeita, aguardando o resultado dos exames laboratoriais.

Outras 161 pessoas procuraram atendimento nos postos de saúde do município acusando sintomas da dengue, porém o exame laboratorial descartou o contágio da doença.

Com o avanço dos casos, a Prefeitura iniciou uma campanha de conscientização em relação a importância de eliminar os criadouros do Aedes.

Além disso, 11 regiões tiveram o bloqueio epidemiológico determinado, com agentes de controle de vetores percorrendo imóveis em busca de focos do mosquito responsável por transmitir a dengue, zika e chikungunya.