Caso foi enquadrado nos termos da Lei Maria da Penha - Foto: GuaçuAgora
publicidade

Um homem acabou sendo preso por violência doméstica, com base na Lei Maria da Penha, após tentar atear fogo na própria residência, na Rua Virgílio Braifo, no Jardim Ypê I.

O caso ocorreu nesta sexta-feira (10) e o rapaz só não teve sucesso por que os policiais militares cabo Domingos e soldado Queiroz agiram rápido no atendimento ao chamado via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar).

Deslocados até o endereço, os PMs flagraram o homem bastante alterado já tendo esparrado grande quantidade de álcool no interior do imóvel e com um isqueiro nas mãos ameaçando acender.

Depois de retirar os familiares do incendiário da residência, o acabou sendo contido e teve o isqueiro retirado das mãos antes que provocasse a combustão.

Após contidos os ânimos, os parentes do homem disseram que o mesmo é dependente químico e tem promovido constantes ameaças contra as pessoas da casa.

Diante das circunstâncias observadas, o rapaz foi levado até a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), onde após tomar ciência da situação a delegada de plantão determinou sua prisão.